BLOG SINAIS E LETRAS

TUDO SOBRE GRAVAÇÃO EM METAL

Blog

Apontamos 3 benefícios da gravação eletroquímica em relação a outros tipos de marcação:

1. Acessibilidade e custo

Os custos associados à compra e manutenção de equipamentos provavelmente estão no topo da lista ao considerar diferentes métodos de marcação, e com razão. Durante muito tempo, mesmo as tarefas mais simples exigiam o uso de equipamentos caros e complexos.

Ao contrário da aquisição de máquinas a laser, a compra de equipamentos eletroquímicos é considerada um investimento baixo. As despesas recorrentes também são mínimas, pois geralmente incluem apenas os líquidos gravadores e matrizes.

Os resultados obtidos utilizando este método não são de modo algum inferiores aos resultados obtidos através de outros métodos. Exatamente o oposto, eles geralmente os superam em termos de qualidade e consistência.

A marcação eletrolítica é um processo manual e, portanto, não é adaptada para produção automatizada que requer o uso de equipamentos extremamente caros. É mais adequado para uma maneira mais flexível de trabalhar.

O método é, portanto, ideal para amadores, não apenas profissionais da indústria. Escultores, cuteleiros e outros artesãos podem agora marcar o seu trabalho sem investir em máquinas caras e lutando com soluções DIY ineficazes. Tudo isso sem sacrificar a qualidade de saída.

Oportunidade e custos de treinamento são outro fator importante a considerar. Ou seja, sistemas mais complexos são mais difíceis de operar, portanto, você deve contar também com o custo de educar o pessoal. Com sistemas de marcação eletroquímica, isso não é necessário

2. simplicidade de processo e facilidade de uso

Além de uma fraca corrente elétrica e ácidos não perigosos, a marcação é feita com matrizes reutilizáveis. Antes de começar a marcar, é importante que a superfície do metal seja limpa de graxa e outras impurezas para que você não encontre complicações durante o trabalho. O próximo passo envolve dispensar o líquido apropriado e colocar o estêncil na posição desejada. Diferentes superfícies de metal requerem o uso de fluidos de marcação adequados e especialmente desenvolvidos para obter resultados ideais. Com o estêncil no lugar, podemos começar a usar a cabeça de marcação para aplicar pressão e conduzir eletricidade para a peça de trabalho. Quando isso estiver concluído, a única coisa que resta é neutralizar adequadamente a superfície, para que a neutralidade de pH seja restaurada. O processo é incrivelmente simples, até mesmo principiantes absolutos podem rapidamente dominar seus fundamentos.

Demonstramos os passos descritos no vídeo abaixo:

3. Maior flexibilidade no trabalho
A beleza do uso de equipamentos de marcação eletroquímica é que você não está preso à sua estação de trabalho.

Como contém apenas alguns componentes, toda a configuração é leve e fácil de transportar para qualquer local. Você pode usá-lo onde quer que você tenha acesso a uma fonte de alimentação estável.

Isso inclui oficinas profissionais, garagens e até mesmo seu próprio quintal.

Ao contrário da aquisição de máquinas a laser, a compra de equipamentos eletroquímicos é considerada um investimento baixo. As despesas recorrentes também são mínimas, pois geralmente incluem apenas os líquidos gravadores e matrizes.

Quando temos a repetibilidade da gravação o custo é baixíssimo. Se você está terceirizando a gravação do seu produto no Laser pode estar perdendo muito dinheiro.

Façamos um estudo de caso que aconteceu na Sinais e Letras.

O Cliente A tem uma pequena cutelaria. Produz mensalmente, uma média, de 1500 facas, ou seja, uma demanda anual de 18.000 facas. Sua carteira de clientes gira em torno de 15 clientes. Eles sempre compram a mesma faca com a mesma gravação.

O Cliente A não tem condições de comprar uma máquina a Laser e desconhecia o sistema eletroquímico para gravação em metais, logo terceirizava a gravação.
Seu fornecedor cobrava R$ 0,45 / faca gravada. Em 2017, seu custo anual foi de R$ 8.100,00.

Além disso, por não ter a máquina na sua empresa, as vezes seus pedidos sofriam atraso, pois dependia do fornecedor.

Foi quando, pesquisando no Google, descobriu o sistema eletroquímico e a Sinais e Letras. Em 2018, adquiriu a Gravadora SL200. Neste ano, seu custo foi de R$ 550,00. Uma economia de R$ 7.550,00. Como isso foi possível?

O Cliente A comprou:
– Gravadora SL200 = R$ 1.100,00….foi desconsiderada no estudo acima….
Para sua demanda anual de 18.000 gravações, ele precisava apenas de:
– 6 Matrizes de gravação = R$ 270,00….cada matriz grava 3000 facas
– 2 Litros de Líquido Gravador = R$ 280,00…cada litro grava 8000 facas

TOP
×